Sim, para o ácido fólico



Uma das recomendações mais importantes dos obstetras para as mulheres que pretendem engravidar é que elas tomem ácido fólico pelo menos três meses antes de engravidar - e continuem tomando o suplemento durante o primeiro trimestre da gravidez. 

O folato (ácido fólico), uma vitamina do complexo B, é fundamental para que a coluna do bebê se desenvolva corretamente, o que acontece nas primeiras quatro semanas de gestação, evitando defeitos do tubo neural, como falha no desenvolvimento do cérebro e medula espinhal.

O ácido fólico é encontrado naturalmente em alimentos, como vegetais de folhas verde-escuras, frutas e grãos (feijões), mas não em quantidade suficiente. Por isto é importante contar com a prescrição médica do suplemento.

Há exames que a gestante pode fazer, se houver necessidade, para medir o nível de ácido fólico no sangue e, se for o caso, corrigir a dosagem a ser tomada. 

Alguns medicamentos são capazes de prejudicar a absorção da vitamina pelo organismo, tais como antibióticos, antiepiléticos, remédios para úlcera e colesterol. Por isso é preciso avaliar o risco-benefício de tomar remédios na gravidez.

Nome Completo

E-mail

Palavra-Chave

As informações contidas em nossa homepage têm caráter informativo e educacional. O seu conteúdo jamais deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Em caso de dúvida, o profissional médico deverá ser consultado, pois, somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.



Dr. Renato Kalil

Diretor Clínico

CRM-SP 62703