Primeiro, uma cesárea, depois, um parto normal...



Se o primeiro filho nasceu através de uma cesariana, todos os outros nascerão da mesma forma? As pesquisas mostram que ter um parto normal, após uma cesárea, é possível e seguro. A mais recente delas, publicada no Jornal de Ginecologia e Obstetrícia Britânico, mostrou que é possível, sim, ter um parto normal depois de até três cesáreas consecutivas. 

O principal motivo para não indicar o parto vaginal após uma cesariana é o risco de romper a cicatriz no útero, geralmente durante o trabalho de parto. Esse fator não elimina a possibilidade de um parto normal após a cesariana. 

Deve-se colocar na balança as vantagens e as desvantagens de cada gravidez antes de decidir pelo tipo de parto. Para ter um parto normal com tranquilidade, o ideal é que a última cesárea tenha acontecido há mais de dois anos. Esse intervalo é necessário para fortalecer a cicatriz no útero e prevenir uma ruptura uterina.

Outros fatores que impedem um parto normal, após uma cesariana, são o tamanho da bacia da mulher (se for muito estreita) ou se o bebê tiver mais de 3,5 kg.

Nome Completo

E-mail

Palavra-Chave

As informações contidas em nossa homepage têm caráter informativo e educacional. O seu conteúdo jamais deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Em caso de dúvida, o profissional médico deverá ser consultado, pois, somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.



Dr. Renato Kalil

Diretor Clínico

CRM-SP 62703