Não culpe a pílula pelo ganho de peso



O ganho de peso é o efeito colateral mais temido do controle de natalidade. Preocupações a respeito das pílulas, que "são responsáveis pelos quilos extras",  são razões conhecidas para manter algumas mulheres longe deste meio contraceptivo.

Mas, na prática, a maioria dos estudos sobre o tema mostra que essas preocupações são injustificadas. E as mulheres que acabam por ganhar peso, enquanto fazem uso da pílula anticoncepcional, dizem os especialistas, podem simplesmente não perceber um ganho de peso natural, ao longo do tempo.

Em uma ampla análise publicada na Cochrane Database of Systematic Reviews, os pesquisadores revisaram dados de vários estudos randomizados que compararam anticoncepcionais hormonais e placebos. 

Não houve evidência em qualquer um dos estudos que mulheres que usaram contraceptivos orais ganharam mais peso do que aquelas que receberam um placebo. Os pesquisadores então reavaliaram estudos que comparam diferentes doses ou esquemas de diversos contraceptivos hormonais e também não encontraram diferenças substanciais no aumento de peso.

Outro estudo, realizado em 2008, pela Escola de Medicina da Universidade de Massachusetts, analisou dados de 150 atletas do sexo feminino, entre  18-26 anos. A um grupo foi dado contraceptivos orais, aleatoriamente, a outro, que serviu como controle, não. Após dois anos, os cientistas concluíram que os contraceptivos não causaram qualquer ganho de peso ou de aumento da gordura corporal.


Nome Completo

E-mail

Palavra-Chave

As informações contidas em nossa homepage têm caráter informativo e educacional. O seu conteúdo jamais deverá ser utilizado para autodiagnóstico, autotratamento e automedicação. Em caso de dúvida, o profissional médico deverá ser consultado, pois, somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.



Dr. Renato Kalil

Diretor Clínico

CRM-SP 62703